sexta-feira, 30 de julho de 2010

Elementos Quimicos da familia A1, A2 e B3

Aqui estão os elementos das familias dos Metais Alcalinos, dos Metais Alcalinos-Terrosos, dos Lantanídeos e dos Actinídeos.

O hidrogênio, elemento do símbolo H, é o mais simples de todos os elementos químicos, pois é constituído de um próton e um elétron que gira ao seu redor. Sendo assim seu número atômico é 1 e sua massa é de 1,00797.

Lítio é um elemento químico, de símbolo Li, que pertence ao grupo Ia da tabela periódica, no qual se incluem os metais alcalinos. É um metal leve, de brilho prateado, encontrado nas rochas magmáticas da crosta terrestre numa proporção de 0,002%. Seu número atômico é 3 e de massa é 6,939.

O berílio, seu símbolo é Be, é um elemento químico dos metais alcalino-terrosos, cinza metálico, do grupo IIa da tabela periódica. Possui alta condutividade térmica e elétrica e não magnetizável. Sua elasticidade é trinta por cento maiores que a do aço. Com numero atômico 4 e numero de massa 9,012. O berílio é encontrado em diversos minérios, dos quais o mais importante é o berilo, o crisoberilo e a fenacita.

Sódio é um elemento químico do símbolo Na, pertencente ao grupo dos metais alcalinos (Ia) da tabela periódica. Em estado livre, é um metal prateado e branco. Mais leve que a água e tão mole quanto o fósforo branco, pode ser cortado, a temperatura ambiente, com uma faca. Seu número atômico é 11 e o número de massa é 22,9898.
É o sexto elemento em abundância na natureza e constitui 2,8% da crosta terrestre. Conduz facilmente o calor e a eletricidade e apresenta o efeito fotoelétrico, ou seja, emite elétrons quando exposto à luz.

Magnésio é um elemento químico, de símbolo Mg, do grupo IIa da tabela periódica, no qual incluem-se os metais alcalino-terrosos, O magnésio é muito abundante na natureza (constitui 2,5% da crosta terrestre), seu numero atômico é 12 e de massa 24,312.

Potássio é um elemento químico pertencente ao grupo Ia da tabela periódica dos elementos, o grupo dos metais alcalinos Seu símbolo K, Sétimo metal em abundância no planeta, seu N° atômico é 19 e de 39,102.

Cálcio é um elemento químico de símbolo Ca, do grupo II da tabela periódica (metais alcalino-terrosos). Trata-se de um metal leve, de brilho prateado e considerável na natureza. Seu ponto de fusão é 842-848º C e o de ebulição eleva-se a 1.494º C. Seu numero atômico é 20 e de massa 40,06.

Elemento Escândio número atômico 21, metálico, leve e muito raro. Combinado aparece principalmente na forma de silicato de escândio (torvelita). Na crosta terrestre participa com 5 PPM em peso.

Rubídio é o elemento químico do símbolo Rb, pertencente ao grupo Ia (metais alcalinos) da tabela periódica de elementos. o rubídio é 16º elemento em abundância na crosta terrestre e um dos mais reativos. Seu numero atômico é 37 e de massa 85, 47.

Estrôncio é um elemento químico, de símbolo Sr, pertencente à família dos metais alcalino-terrosos, do grupo IIa da tabela periódica. É um metal branco-prateado, maleável, dúctil, bom condutor de eletricidade. Seu numero atômico é 38 e de massa 87,62.

O ítrio é um elemento de transição do grupo IIIb da tabela periódica, de símbolo Y e que na forma metálica é prateado, dúctil, um tanto reativo e estável em contato com o ar. Se finamente dividido, inflama-se a 470º C. Seno seu numero atômico 39 e de massa 88,905.

O césio (Cs) tem o numero atômico 55 e de massa 132,905. O césio é o menos abundante dos cinco metais alcalinos não radioativos.

Bário é um elemento químico metálico, de símbolo Ba, pertencente ao grupo IIa da tabela periódica. É o mais reativo dos homólogos que o precedem e decompõe o álcool e a água. Tem mais de 16 isótopos, sendo sete deles encontrados na natureza. Seu N° atômico é 56 e o N° de massa são 137,34.

Os lantanídeos é um grupo de elementos químicos que formam parte do período 6 da tabela periódica. Estes elementos são chamados terras raras porque se encontram na forma de óxidos, e também, junto com os actinídeos, constituem os elementos de transição interna.
O nome procede do elemento químico lantânio, que incluído neste grupo, constitui um total de 15 elementos. Desde o de número atômico 57 (o lantânio) até o de número atômico 71 (lutécio).
Estes elementos são quimicamente bastante semelhantes entre si, pois os elétrons situados em orbitais “f” são pouco importantes nas ligações que formam, em comparação com os "p" e "d". Também são bastante parecidos aos lantanídeos os elementos ítrio e escândio por apresentarem um raio atômico similar.

O frâncio é um elemento instável e radiativo. Ocorre como resultado da desintegração do actínio (Ac), ele é encontrado em minerais de urânio (U) e pode ser obtido por bombardeamento de tório (Th) com prótons. É o mais instável dos primeiros 103 elementos da tabela periódica. Representado por Fr tem o N° Atômico 87 e de massa 223.

O rádio, de símbolo Ra, é um elemento químico conhecido por suas intensas propriedades radioativas, que faz parte do grupo dos elementos alcalino-terrosos (IIa) da tabela periódica. É um metal brilhante e branco, quando recentemente preparado. Se exposto ao ar, enegrece. Deu numero atômico é 88 e de massa 226.

Os actinídeos é um grupo de elementos que formam parte do período 7 da tabela periódica. Estes elementos, junto com os lantanídeos, são chamados de metais de transição interna. O nome é proveniente do elemento químico actínio, que incluindo neste grupo, constituem um total de 15 elementos, desde o número atômico 89 (actínio) até o 103 (laurêncio).
Estes elementos apresentam características semelhantes entre si. Os de maior número atômico não são encontrados na natureza a apresentam tempos de meia-vida curtos; todos os seus isótopos são radioativos.


Fonte: http://www.tabela.oxigenio.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário